Onde fica o limite?

Onde fica o limite, aquela linha tênue que marca o suficiente, o ponto exato em que o sino toca, alertando que é melhor parar?
Sempre achamos que podemos fazer mais, nos ensinaram que para vencer, precisamos superar expectativas e passar por cima de tudo. Você concorda que para vencer é preciso ser forte, não importando  quanto isto nos custe?

Quando lidamos com a dor crônica, temos níveis de dor que se alteram ao longo do dia, passando a falsa sensação de que estamos ótimos e prontos para fazer qualquer coisa. Ao embarcar nesta ilusão, animados e destemidos, nos empolgamos e cumprimos várias tarefas.
É compreensível desejar colocar a vida em dia, há um mundo de pendências e problemas acumulados, e a melhora súbita é um grande incentivo. Aprender a ouvir o corpo é um grande desafio. O que o seu corpo está dizendo agora?